O desprezo pela misericórdia de Deus

A falta de fé e o mistério da misericórdia

Quando não exercitamos a fé, nos deixando dominar pelo medo, estamos, na verdade,  desprezando a misericórdia de Deus. E a misericórdia do Pai é sua graça, seu amor. É um profundo mistério, um mistério de amor incondicional, revelado desde a criação do homem. Romper com Deus é uma grande ingratidão.

É violar livremente um tratado, pois os compromissos que tomamos com Jesus são solenes, sagrados e eternos. E por que isso acontece? O desânimo, a preocupação, a falta de fé são grandes responsáveis por abandonarmos sua misericórdia. E Ele sabe disso.

Não foi à toa que Cristo nos ensinou a pedir o pão de cada dia, o perdão pelas ofensas, a vitória sobre a tentação e o livramento do mal. Ele conhece nossos temores, ansiedades, fraquezas, necessidades. Repito: a misericórdia do Pai é sua graça, seu amor. É sua graça e seu amor ao criar o homem e ao trazê-lo de volta, depois da queda, para junto de Si pela morte de seu único Filho.

É sua graça e seu amor apesar de todo pecado, apesar da ingratidão e da prepotência humanas, que fazem desprezar o mistério dessa entrega divina. É sua graça e seu amor em acolher de volta aqueles que tantas alianças quebraram com o Pai, aqueles que teimaram em sair do aconchego da casa do Pai para depois voltar humilhados, de mãos vazias, e ainda assim serem recebidos de braços abertos.

Seu irmão,
Wellington Jardim (Eto)
Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da FJPII

 

Adquira os livros de Wellington Jardim (Eto):

Animados    Administrar    Se Deus

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.