Conheça as riquezas do tempo

Podemos viver e não perceber as riquezas do tempo, em cada fase que ele nos oferece

conheçaasriquezasdotempo
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Como nos ensinam as Sagradas Escrituras, no livro de Eclesiastes 3, 1-15: “Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo dos céus: tempo para nascer, e tempo para morrer; tempo para plantar, e tempo para arrancar o que foi plantado; tempo para matar, e tempo para sarar; tempo para demolir, e tempo para construir; tempo para chorar, e tempo para rir; tempo para gemer, e tempo para dançar; tempo para atirar pedras, e tempo para ajuntá-las; tempo para dar abraços, e tempo para apartar-se. Tempo para procurar, e tempo para perder; tempo para guardar, e tempo para jogar fora; tempo para rasgar, e tempo para costurar; tempo para calar, e tempo para falar; tempo para amar, e tempo para odiar; tempo para a guerra, e tempo para a paz. Que proveito tira o trabalhador de sua obra? Eu vi o trabalho que Deus impôs aos homens: todas as coisas que Deus fez são boas, a seu tempo. Ele pôs, além disso, no seu coração a duração inteira, sem que ninguém possa compreender a obra divina de um extremo a outro. Assim eu concluí que nada é melhor para o homem do que alegrar-se e procurar o bem-estar durante sua vida; e que comer, beber e gozar do fruto de seu trabalho é um dom de Deus. Reconheci que tudo o que Deus fez subsistirá sempre, sem que se possa ajuntar nada, nem nada suprimir. Deus procede desta maneira para ser temido. Aquilo que é, já existia, e aquilo que há de ser, já existiu; Deus chama de novo o que passou”.
Muitas vezes, vivemos como loucos, querendo fazer tudo ao mesmo tempo, com a sensação de que o mundo vai acabar hoje. Então a Palavra de Deus nos diz: “Calma, tudo tem o seu tempo, a sua ocasião, não apresse o rio, ele tem a sua velocidade, o seu tempo; se tivermos paciência, veremos suas águas passarem por todos os lugares. É só esperar”. Tudo no seu devido tempo!

Há o momento de nascer e o de morrer; o de plantar e o de colher e assim por diante. Este é o tempo de Deus para nós. Quando aceitamos isso, somos felizes e vivemos a vida conforme Deus a conduz. Que seja feita a Sua vontade! Nós não sabemos nada, mas o Senhor sabe tudo. Ele tem todas as cartas do jogo da nossa vida nas mãos e nos ama. Por isso, não precisamos brigar com a vida. Temos que aceitar cada fase – infância, juventude, vida adulta e velhice – e viver intensamente o belo tempo que Deus nos dá.

Seu irmão,

Wellington Jardim (Eto)
Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da FJPII

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.