A misericórdia de Deus é para todos

Todos nós somos necessitados da Misericórdia de Deus

Um modo perigoso de desprezarmos a misericórdia do Pai é, em vez de termos medo ou nos sentirmos derrotados, confiarmos apenas em nossas próprias virtudes, na vida honesta que levamos, achando que somos os “reis da cocada preta”; que, tudo bem, somos filhos escolhidos de Deus, mas que Ele só deve ser buscado pelos fracos, por aqueles que vivem em pecados medonhos; que nós, sozinhos, somos capazes de dar conta do recado.

Quantas vezes o povo de Israel não agiu assim, achando-se livre da justiça divina só por ser a descendência de Abraão. E nós também, que somos, pela fé, descendência de Abraão, quantas vezes não nos consideramos melhores que os outros, ou menos necessitados da misericórdia do Pai. Pensamos conhecer melhor do que ninguém o coração de Deus ou merecer mais seu perdão do que aqueles que cometem pecados “medonhos”.

Que triste engano! Isso só torna duro nosso coração, blinda nossa alma à obra maravilhosa que Deus quer fazer em nós e por nós. Não podemos nos acomodar na situação de filhos resgatados e amparados, como se fôssemos melhores que os outros ou menos necessitados da misericórdia e do perdão de Deus. Nossa responsabilidade é proporcional à graça que vivemos a cada dia como filhos queridos e chamados pelo Pai.

Seu irmão,
Wellington Jardim (Eto)
Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da FJPII

 

Adquira os livros de Wellington Jardim (Eto):

Animados    Administrar    Se Deus

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.