É no relacionamento a dois que somos lapidados

Se não nos relacionarmos com o outro, seremos mais pobres

Todos nós nascemos de um barro duro, e é no relacionamento com um companheiro que somos lapidados e aperfeiçoados. Ninguém nasceu pronto, completo. Todavia, temos de ser participativos e abertos para essa experiência. Se o homem tem a tarefa de se realizar, de crescer e aperfeiçoar-se, nunca conseguirá isso se ficar no isolamento.

Adquirimos valores e enriquecimento por meio de nossos relacionamentos, e se não nos relacionarmos, não ocorrerá crescimento; assim, viveremos isolados. Aqueles que se sentem chamados a viver a dois devem, antes de tudo, conhecer-se para somar valores.

Para crescermos, para nos aperfeiçoarmos e termos bons relacionamentos, precisamos somar com nosso companheiro. Enquanto os seres humanos não encontram aceitação e confirmação de outrem, sentem-se sós e abandonados em sua autoafirmação.

Se vivermos na autossuficiência – “eu sou”, “eu não preciso” – e nos isolarmos, não criaremos vínculos e nos perderemos no tempo e no espaço, porque estaremos sós.

Infelizmente, milhares de pessoas vivem assim. Deus, entretanto, vem avisar-nos que se não nos relacionarmos com o outro, seremos mais pobres. Assim, devemos mostrar nossos valores para o outro e receber a revelação dele.

Seu irmão,
Wellington Jardim (Eto)
Cofundador da Comunidade Canção Nova e administrador da FJPII

 

Adquira os livros de Wellington Jardim (Eto):

Animados    Administrar    Se Deus

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.